Histórico

O primeiro Colégio Militar do Brasil nasceu, oficialmente, pelo Decreto Imperial Nº 10202, de 09 de março de 1889, com o nome de Imperial Colégio Militar da Corte, hoje o tradicional Colégio Militar do Rio de Janeiro. Tornavam-se realidade os sonhos de Duque de Caxias e do marquês de Herval, de criação de um Colégio destinado aos órfãos de militares tombados nos campos de batalha da Guerra do Paraguai, graças ao apoio incansável de Tomás José Coelho de Almeida, Ministro da pasta da Guerra.
Esta visão de estadista e educador Duque de Caxias do Patrono do Exército Brasileiro daria origem a outros estabelecimentos congêneres, tanto do Exército como das demais forças públicas.
Diante desse contexto é que no dia 28 de novembro de 2006 através da Lei Estadual nº 8.509 no então comando do Sr. Cel Antônio Pinheiro Pilho Comandante Geral da Polícia Militar do Maranhão foi criado o Colégio Militar Tiradentes onde funcionava o antigo CEMA localizado no Bairro da Vila Palmeira, que absorveu toda a sua estrutura e alunos matriculados. O nome escolhido para o colégio foi do patrono das Polícias Militares, o Alferes Joaquim José da Silva Xavier, herói da pátria que morreu por defender seus ideais de liberdade e democracia,e cujo exemplo de civismo e patriotismo devem ser seguidos pelos alunos que ingressarem no Colégio Militar.
O Colégio Militar da Polícia Militar é um colégio da Rede Pública de Ensino Estadual que oferece o Ensino Fundamental (do 6º ano ao 9º ano) no turno matutino e o Ensino Médio (do 1º ao 3º ano) no turno vespertino. Assim como os demais Colégios Militares do Brasil, o Colégio Militar Tiradentes segue as diretrizes da Polícia Militar e da Secretaria de Educação, seus gestores fazem parte do quadro de oficiais da Polícia Militar, e parte de seus professores são oriundos do quadro da Secretaria de Educação, complementados com policiais militares. Para manter a disciplina existe um quadro de monitores que também são policiais.
O ingresso no Colégio Militar dá-se através de um Processo Seletivo, no início do ano com provas de matemática e língua portuguesa, provas estas que são corrigidas pela Universidade Federal do Maranhão através de gabaritos em um sistema informatizado. O aluno ao ingressar no Colégio Militar terá uma nova experiência, pois deverá cumprir uma rotina diferente das demais escolas, será exigido disciplina, postura, conhecimento, respeito aos símbolos nacionais e compromisso com as tarefas escolares, além de boa apresentação pessoal.
O sucesso do Colégio Militar de São Luis despertou no Governo do Estado o interesse em criar mais uma unidade do Colégio Militar, sendo assim o Sr. Cel. Franklin Pachêco da Silva, Comandante Geral da Polícia Militar do Maranhão, e que na época da criação do primeiro colégio era o Diretor de Ensino, alimentou também seu sonho de atender os policiais da Região Tocantina em face desse apoio, determinou no ano de 2009 que uma equipe do Colégio Militar de São Luís lhe apresentasse um relatório com as necessidades para implantar uma nova unidade do Colégio Militar desta vez na cidade Imperatriz que entrou em funcionamento em fevereiro do corrente ano.
O prestígio do Colégio Militar fez com que o Vice-Governador preocupado com a educação e desenvolvimento da sua terra natal também reconhecesse a importância de Bacabal ter uma escola nos mesmos moldes de São Luis e Imperatriz, e não evitou esforços para concretizar a implantação desta escola nesta cidade.

Filosofia


O Colégio Militar Tiradentes III está comprometido em construir com seus alunos um ambiente estimulante que amplie suas experiências e propicie cooperação e respeito mútuo para a formação de indivíduos críticos, reflexivos e transformadores.

Missão


Ministrar a educação básica, fundamentada na construção da cidadania responsável, através de uma prática educacional voltada para a compreensão da realidade social, inspirada nos princípio de liberdade e nas ideias de solidariedade humana, aliada a uma disciplina transparente e consciente onde possa formar cidadãos críticos, reflexivos, capazes de analisar, compreender e intervir na realidade, visando ao bem estar do homem no plano pessoal e coletivo.

Colégio Militar